Fusos horários Principal Mais Publicações Publicação Voltar



Fusos horários



Graças ao movimento de rotação e ao formato esférico da Terra, o sol não incide em todos os lados do nosso planeta ao mesmo tempo, de forma que, enquanto de um lado é dia, do outro é noite. Por isso, existem as diferenças das horas. Com o intuito de organizar e padronizar o horário nas diversas partes do globo terrestre, foram criados os fusos horários.


Publicações, publicado em 12/05/2020

Fusos horários são divisões da Terra elaboradas pelo homem para definir os diferentes horários nas mais diversas partes do mundo. Foram criados em 1884, durante a Conferência de Washington, em uma reunião que reuniu 25 países, dentre eles, o Brasil.


Nessa conferência, ficou definido que o marco inicial da Terra, ou seja, o ponto de partida para a contagem dos fusos horários seria o Meridiano de Greenwich, com 0º graus de longitude. Dessa forma, a 7,5º à esquerda e a 7,5º graus à direita, forma-se o fuso 0 GMT.


Definiu-se também que os fusos iriam ser contados a cada 15º de longitude, de forma que a Terra seria dividida em 24 fusos diferentes e que cada um deles representaria uma hora.


Apesar dessa preocupação em organizar os fusos conforme os meridianos, os países teriam a liberdade para adotar e distribuir livremente os fusos pelo seu território. Dessa forma, é possível observar que os fusos horários adotados pelos países obedecem aos limites políticos entre os países ou entre províncias e estados, trata-se da hora legal, que é a hora oficial adotada pelo governo de cada país.


Alguns países, em virtude de sua longa extensão territorial leste-oeste, apresentam vários fusos, como é o caso da Rússia, que conta com 11 horários diferentes em seu território. O Brasil, por sua vez, apresenta três fusos distintos.


Outros países resolvem adaptar a sua hora legal de acordo com a dinâmica de sua economia e os seus interesses políticos. Um exemplo é o da Argentina, que contendo a maior parte de seu território no fuso de -4GMT, adota o fuso -3GMT, o mesmo do horário de Brasília.


A compreensão sobre os fusos horários tornou-se muito importante nos dias atuais, marcados pelo advento da Globalização, da ampliação e melhorias nos sistemas de transporte e comunicação, além da intensificação das interligações e relações de interdependência entre as diversas partes do mundo.


Por: Rodolfo F. Alves Pena






Vídeos